terça-feira, 28 de junho de 2011

cá estamos nós, desta vez em Cascais


MÉTODO DeROSE, CASCAIS

Travessa Emídio Navarro, nº 6, 2750-493 Cascais


2 e 9 de Julho (sábados)

das 15h às 17h30

50€

1ª sessão:  final do século XIX | abertura para as vanguardas do séc. XX | Modernismo | Surrealismo

2ª sessão:  Neo-realismo | Existencialismo | poesia de intervenção | Novos autores

Inscrições:
rosa.b.azev@gmail.com

Gato na Lua

Nasceu uma nova editora bonita, a Gato na Lua. Gosto de ver novas editoras para crianças a nascer, e esta começa com uma aposta em grande: O meu Balão Vermelho de Kazuaki Yamada. No entanto confesso que um livro pelo qual me perdi de amores é o outro livro da editora, O Lobo Culto. Muitas vezes, enquanto trabalhei na livraria, li este livro para me deliciar com o lobo que aprende a gostar de livros para ganhar um grupo de amigos. Mais informações sobre este novo projecto em www.gatonalua.pt.

terça-feira, 14 de junho de 2011

PARA ACABAR DE VEZ COM A LEITURA



















2ª sessão: "Vem aí o e-book... Deito fora os meus livro?"

Carlos da Veiga Ferreira, José Mário Silva e Nuno Seabra Lopes, no tanque do Chapitô, conversam sobre o passado, o presente e o futuro do livro e leitura.

"Que diria Gutemberg do e-reader? Provavelmente, o mesmo que diria da imprensa o escravo egípcio de castigo a gravar hieróglifos na Pedra de Roseta...
...O e-book já chegou e a indústria das estantes não anda doida com a ideia. Que fazer aos livros? Deitá-los fora, e com eles as provas de que, um dia, tentámos perceber alguma coisa do mundo? O advento do livro virtual, diz-se, mudará a forma como se lê e escreve. Mudará a forma de fazer cultura e de a divulgar. Mas o que muda, ao certo? Que tanto nos incomoda e atrai nesta virtualidade que tardava, já, em chegar aos livros.
Um escritor, um jornalista, um editor e um consultor editorial falam-nos de mitos e factos, esperanças e receios associados a esta (ir)realidade. A nós, meros plebeus da cultura, cabe-nos a responsabilidade de perceber o que fazer com os nossos livros."

Já amanhã, dia 15 de Junho, 22h, no Bartô do Chapitô!

terça-feira, 7 de junho de 2011

Agora é que é! SURREAL NACIONAL 18 de Junho

Agora é que é! Todos ao Surreal Nacional. Um dia surrealista com workshop sobre surrealismo português, experimentação de técnicas surrealistas e filme. Tudo gratuito menos o jantar a 3€! Vamos ter Cesariny, Pacheco, O'Neill, Mário Henrique Leiria, António Maria Lisboa, e outros. Vamos ter surrealismos e dadaísmos e outros ismos inventados por nós. Vamos conviver surrealisticamente. Vamos pensar surrealisticamente. Vamos surrealisticar. Podem vir à tarde ou à noite ou à tarde + noite. Podem vir ao contrário. Podem não vir.
Tudo, tudo, na Rua do Regueirão dos Anjos, 69, em Lisboa.

16h - 19h
Workshop
O antes o durante e depois - a literatura surrealista em Portugal
As técnicas surrealistas - visão e experimentação
Leitura de textos

19h30
Jantar surreal

21h30
Filme
Autografia / Verso de Autografia, de Miguel Gonçalves Mendes

o nosso hermínio







não escrevi sobre ele mas não me esqueci. dia 3 de Junho fez 10 anos de um desaparecimento tão precoce. todas as homenagens são poucas, sempre com a poesia no horizonte. é para ele todo o nosso surrealismo. e muito mais.

Quartos Alugados, Alexandre Andrade

Escrever sobre Alexandre Andrade é uma tarefa ingrata porque há escritores de quem apetece guardar silêncio. Isto porque são escritores d...