quarta-feira, 29 de agosto de 2012

obrigada Bill Bryson por me levares daqui para fora

Quando for grande quero ser como tu. Este é livro é bom demais para ser verdade.



Sem comentários:

Ainda preciso escrever sobre Erskine Caldwell

Ando há uns tempos a desenvolver um fascínio por alguns escritores que não são escritores de obras primas, mas que usam a palavra para mar...