segunda-feira, 10 de março de 2014

colóquios e colóquios

 no fundo acho isto só maçador. fazem-se colóquios atrás de colóquios e sobe ao palanque alguém que diz, e passo a citar o Público: "'demonstrou que os poemas de O Guardador de Rebanhos foram escritos entre 4 de Março e 10 de Maio de 1914' e que não há nenhuma indicação, nos manuscritos, de que algum poema tenha sido escrito no dia 8 de Março." e depois mais umas provas científicas de que eles têm razão ao ter descoberto a pólvora.
o que nos falta é algum misticismo e romantismo. qualquer pessoa que conheça minimamente a obra do Pessoa sabe que este dia triunfal não é verdadeiro. ou que a probabilidade de ser não era muito grande. ou que na verdade essa "verdade" com mofo pouco interessa. não descobriram a pólvora, senhores académicos, com as vossas irrefutáveis provas científicas. deixem-se de colóquios e centrem-se nos textos. leiam e entendam, falem e dialoguem, mas por favor, deixem lá o Pessoa e as suas aldrabices em paz. é exactamente esse o lado dele que tanto gostam e que o fez ser quem é.
haja paciência para tanta sapiência.



vejam a notícia do Publico aqui.

Sem comentários:

Clarice Lispector

À Descoberta do Mundo, Clarice Lispector, Relógio de Água